Maringá vai ganhar mais 20 km de ciclovia com o prefeito Ulisses Maia

Maringá vai ganhar mais 20 km de ciclovia com o prefeito Ulisses Maia

Praça Pioneiro Jacinto Ferreira Branco
Ciclovia e iluminação em LED são novidades para a Avenida Mandacaru
12 de novembro de 2020
Estacionar em Maringá vai ficar mais fácil com app do Estar
Estacionar em Maringá vai ficar mais fácil com app do EstaR
13 de novembro de 2020
Maringá vai ganhar mais 20 km de ciclovia com o prefeito Ulisses Maia

Maringá vai ganhar mais 20 km de ciclovia com o prefeito Ulisses Maia

Maringá vai ganhar mais 20 km de ciclovia com o prefeito Ulisses Maia

Desde que assumiu a responsabilidade por tornar Maringá um lugar cada vez melhor para a população, o prefeito Ulisses Maia, candidato à reeleição, entendeu que essa missão passava por alguns desafios imprescindíveis. Um deles é a questão da mobilidade urbana. Por isso, a preocupação em oferecer alternativas para que as pessoas se locomovam pela cidade, como a ciclovia, sempre esteve presente.

 

Ao longo dos últimos quatro anos, a gestão de Ulisses Maia trabalhou para melhorar a estrutura cicloviária da cidade. Atualmente Maringá tem 40 km de ciclovias que estão distribuídos em nada menos que 23 avenidas de várias regiões do município. Mas esse trabalho não pode parar ou desacelerar.

 

Agora, a proposta é aumentar a malha cicloviária para tornar o trânsito de Maringá cada vez mais seguro e sustentável. A partir de agora, a rede de ciclovias formada pela avenida Tuiuti, pela avenida Guaiapó, pela avenida Joaquim Duarte Moleirinho e pela avenida Cerro Azul passará a ser ampliada.

 

Reforma de ciclovias também está entre os projetos de Ulisses Maia

Por sua vez, as ciclovias da avenida Mandacaru e da avenida Pedro Taques também serão reformadas e revitalizadas. Aliás, no caso da avenida Pedro Taques, ainda será construído um prolongamento da ciclovia até o Jardim Sumaré. Por fim, o projeto inclui a construção de vias para bicicletas em outros trechos de vias maringaenses.

 

Por exemplo, a avenida Riachuelo, a avenida Colombo e a rua Mário Clapier Urbinatti vão ganhar suas próprias ciclovias. Dessa forma, a Mário Clapier Urbinatti será interligada à Alziro Zarur e à Mandacaru. Ao todo são 20 km em fase de projeto.

 

Inicialmente, as obras de ampliação para tráfego exclusivo de bicicletas foram feitas no prolongamento de 3,6 km de ciclovia na avenida Gastão Vidigal até o Contorno Sul. Além da ciclovia, os pedestres também têm um espaço reservado por ali. Assim, os moradores podem praticar exercícios físicos com segurança e tranquilidade.

 

Aliás, a ciclovia da Gastão Vidigal se conecta à da avenida Brasil. Por sua vez, esta também está integrada às das avenidas Pedro Taques, 19 de Dezembro e Guaíra.

 

Rede de ciclovias ganhou força durante a gestão

Não é de hoje que os maringaenses gostam de se locomover usando as bicicletas. A rede cicloviária da cidade teve início ainda no século passado, em 1979, com o trecho que fica na avenida Colombo e liga Maringá e Sarandi. Esse trecho, inclusive, tem um projeto de revitalização em andamento.

 

Durante a gestão de Ulisses Maia foi feito o prolongamento de 1,5 km na avenida Horário Raccanello, entre as avenidas Paraná e Pedro Taques. A dedicação do prefeito à mobilidade urbana tem impacto imediato na qualidade de vida da população – e também reconhecimento internacional.

 

No ano passado, a ciclovia da Cerro Azul foi citada pelo site The Summer Hunter entre as cinco mais bonitas do Brasil, no texto “As 5 ciclovias para conhecer pedalando“. Quem usa essa estrutura são os trabalhadores que vão trabalhar de bicicleta e todas as pessoas que usam esse veículo como meio de transporte. Assim, o trânsito flui com mais facilidade e a cidade ainda diminui as taxas de poluição sonora e do ar.

Enviar Mensagem!!
1
Precisa de ajuda?
Olá!!! 👋
tem alguma dúvida ?