Quem não está no CadÚnico recebe cartão Comida Boa nesta quarta

Em Maringá, cartão Comida Boa é distribuído nesta quarta para quem não está no Cadastro Único

STJ suspende liminar que obrigava Prefeitura a pagar R$ 3,8 milhões à Transporte Coletivo Cidade Canção
STJ suspende liminar que obrigava Prefeitura a pagar R$ 3,8 milhões à Transporte Coletivo Cidade Canção
26 de maio de 2020
Maringá conquista 3ª colocação em ranking da transparência no Paraná
Maringá conquista 3ª colocação em ranking da transparência no Paraná
27 de maio de 2020
Em Maringá, cartão Comida Boa será distribuído nesta quarta para quem não está no Cadastro Único

Prefeitura entrega nesta quarta (27) o cartão Comida Boa para quem não está no CadÚnico.

Em Maringá, cartão Comida Boa é distribuído nesta quarta para quem não está no Cadastro Único

Maringaenses que não estão registrados no Cadastro Único (CadÚnico) do governo federal recebem o cartão Comida Boa nesta quarta-feira (27). A Prefeitura vai entregar os cartões em 18 colégios estaduais, das 9h às 12h e das 13h às 16h. Têm direito a retirar seu cartão todas as famílias que têm renda mensal per capita de até meio salário mínimo. Ou seja, até R$ 522,50. Além desses, trabalhadores informais e microempreendedores com a mesma renda também podem receber o benefício.
O cartão Comida Boa é um auxílio emergencial do governo do Paraná. Os R$ 50 são disponibilizados para comprar produtos alimentícios e começaram a ser distribuídos no dia 27 de abril. No total, 7,8 mil pessoas já receberam seu cartão em Maringá.

Auxílio emergencial ajuda em momento de pandemia

Programas como o Comida Boa são fundamentais para que a população passe por este momento de crise econômica de forma menos atribulada. Também em Maringá o prefeito Ulisses Maia desenhou algumas estratégias de auxílio emergencial. Elas se destinam tanto a populações mais vulneráveis quanto às micro e pequenas empresas.
Aqueles que forem retirar o cartão Comida Boa nesta quarta-feira precisam apresentar RG e CPF. Além disso, ainda é preciso preencher e assinar uma declaração disponibilizada no local e na hora da retirada. Apenas em Maringá são mais de 60 estabelecimentos que aceitarão o cartão como pagamento. Por sua vez, em todo o Paraná mais de 3,5 mil estabelecimentos estão recebendo pelo programa.
Segundo Luciane Pereira, diretora de Assistência Social da Secretaria Municipal de Assistência Social e Cidadania (Sasc), distribuição respeita todas as regras de higienização e distanciamento social. “Todas as unidades que nos apoiam na distribuição dos cartões foram orientadas sobre as prevenções para evitar contágio pelo coronavírus. Todas as medidas serão tomadas para evitar aglomerações. Para quem for retirar o benefício, é indispensável o uso de máscara.”
Clique aqui para saber se você tem direito ao auxílio. E clique aqui para ver quais estabelecimentos estão cadastrados para a compra de produtos.

Onde retirar seu cartão Comida Boa em Maringá

Colégio Estadual Ipiranga, Colégio Estadual Vinicius de Morais, Colégio Estadual Unidade Polo, Colégio Estadual Tomaz Edison de Andrade Vieira, Colégio Estadual Santa Maria Goretti, Colégio Estadual Rui Barbosa,  Colégio Estadual Rodrigues Alves, Colégio Estadual Juscelino Kubitschek de Oliveira, Colégio Estadual Branca da Mota Fernandes, Instituto de Educação Estadual de MaringáColégio Estadual de Floriano, Colégio Estadual Tânia Verella Ferreira, Colégio Estadual Tancredo de Almeida Neves, Colégio Estadual Silvio Magalhães Barros, Colégio Estadual Presidente Kennedy, Colégio Estadual João Faria de Pioli, Colégio Estadual Doutor Gastão Vidigal, Escola Estadual Professor Manoel Rodrigues da Silva.
Em Maringá, cartão Comida Boa será distribuído nesta quarta para quem não está no Cadastro Único

Prefeitura entrega nesta quarta (27) o cartão Comida Boa para quem não está no CadÚnico.

Ações de Ulisses Maia para enfrentar o coronavírus

Desde que Maringá registrou seu primeiro caso de Covid-19, Ulisses Maia vem tomando várias medidas para enfrentar a pandemia. Em primeiro lugar, o prefeito fortaleceu o sistema de saúde da cidade. Em seguida, determinou o isolamento domiciliar e está fazendo diversos esforços para fiscalizar o uso de máscaras e as aglomerações. Por fim, retomou o toque de recolher e vem tranquilizando a população ao afirmar que pretende tomar medidas mais restritivas se isso for necessário.