Maringá promove melhorias na educação com frota escolar e parquinhos

Maringá promove melhorias na educação: frota e parquinhos

Plano de mobilidade urbana visa reorganizar o trânsito
Plano de mobilidade urbana visa reorganizar o trânsito maringaense
3 de abril de 2020
Maringá ocupa uma das primeiras posições em geração de empregos
Maringá ocupa uma das primeiras posições em geração de empregos
3 de abril de 2020
Maringá promove melhorias na educação: frota e parquinhos

Mais de R$ 550 mil foi destinado à aquisição dos parques infantis

Maringá promove melhorias na educação: frota e parquinhos

 

Desde 2017, Maringá promove melhorias na educação. Os investimentos em creches e escolas municipais, realizados por meio da Secretaria de Educação (Seduc), totalizam um valor de mais de R$ 24 milhões em construções, reformas e ampliações. Este ano, mais um projeto deve sair do papel, a Escola Municipal Jardim Atami, localizada na região sul da cidade canção. A ordem de serviço foi assinada em 2019, e a obra deve custar o equivalente a R$ 6,7 milhões. Dessa forma, a área construída ocupará 3,7 mil metros quadrados. Ademais, ela contará com 12 salas de aula, quadra esportiva coberta, biblioteca e laboratório de informática. Com isso, a obra beneficiará cerca de 420 estudantes.

 

Há três anos, a atual administração trabalha com o intuito de encontrar a melhor solução para resolver a falta de vagas em escolas e creches, e muito já foi feito. Mas não é somente nesse quesito que a rede municipal de ensino obteve melhoras. Abaixo, elencamos mais algumas informações que você precisa saber sobre a educação básica de Maringá. Dá só uma olhada:    

 

Quem investe na educação também pensa na frota escolar

  

A princípio, cerca de 40 mil alunos estão matriculados na educação básica do município. Os veículos da atual gestão atendem cerca de 1.600 estudantes da área urbana, 1.000 da área rural e ainda as seguintes entidades, Associação de Pais e Amigos dos Excepcionais (Apae), Associação Maringaense dos Autistas (Ama) e Associação Norte Paranaense de Reabilitação (ANPR).

 

Desde o início do mandato de Ulisses Maia, 45 novos veículos foram entregues, todos com ares-condicionados e cintos de segurança, o que garante conforto e proteção para os educandos e servidores. Somente em agosto de 2019, mais 21 veículos passaram a fazer parte da frota de transporte escolar, em um investimento de R$ 836 mil. Já em dezembro, foi a vez de 15 micro-ônibus serem entregues, no valor de R$ 3,4 milhões. Há ainda a distribuição de vale-transporte para quem não utiliza esse serviço público. Atualmente, a frota escolar conta com 75 veículos (3 vans, 35 micro-ônibus e 37 ônibus), que rodam mais de 5 mil km por dia, em 53 rotas diferentes.

Maringá promove melhorias na educação: frota e parquinhos

Somente em 2019, 15 micro-ônibus foram entregues, no valor de R$ 3,4 milhões

Além disso, a Seduc também se preocupa com a segurança. De seis em seis meses, toda a frota é fiscalizada pela Secretaria de Mobilidade Urbana (Semob). Nas ocasiões, itens de segurança e higiene são observados. Essa vistoria resulta em um selo de segurança, encontrado do lado direito dos para-brisas. Conforme manda a lei, a cada dez anos de uso, é necessário haver a substituição dos modelos. 

 

A fim de proporcionar mais lazer, Maringá promove melhorias na educação

 

O que é educação para você? O lazer também pode ser entendido como uma maneira de apreender. Desse modo, as crianças desenvolvem habilidades motoras e também são estimuladas a socializar, dividir e respeitar os demais. Com o objetivo de democratizar o acesso às atividades de lazer, a Prefeitura Municipal começou a instalar, em fevereiro passado, 43 parquinhos infantis, com rampas de corda, escorregadores, passarelas, dentre outros. O valor reservado para esse fim foi de R$ 558 mil. Em 2018, mais de 100 mil novos brinquedos pedagógicos, de 109 modelos, foram adquiridos para auxiliar a alfabetização dos estudantes dos 116 espaços da rede de ensino de Maringá. Aqui, o valor destinado foi de R$ 3,3 milhões.

Maringá promove melhorias na educação: frota e parquinhos

Mais de R$ 550 mil foi destinado à aquisição dos parques infantis