Secretaria recolhe 5 toneladas de entulho por dia em Maringá

Secretaria do Meio Ambiente e Bem-Estar Animal recolhe 5 toneladas de entulho por dia em Maringá

Como Ulisses Maia fortaleceu a saúde de Maringá para enfrentar o coronavírus
Como Ulisses Maia fortaleceu a saúde de Maringá para enfrentar o coronavírus
7 de maio de 2020
Hortas comunitárias de Maringá voltam a atender com regras de distanciamento social
Hortas comunitárias de Maringá voltam a atender com regras de distanciamento social
11 de maio de 2020
Secretaria do Meio Ambiente e Bem-Estar Animal recolhe 5 toneladas de entulho por dia em Maringá

Abandonar entulho de forma irregular pode gerar multas.

Secretaria do Meio Ambiente e Bem-Estar Animal recolhe 5 toneladas de entulho por dia em Maringá

O descarte irregular de entulho segue sendo um desafio para a Secretaria do Meio Ambiente e Bem-Estar Animal e para a Secretaria de Serviços Públicos de Maringá, mesmo durante o isolamento domiciliar. E a quantidade recolhida é enorme. São mais de cinco toneladas retiradas todos os dias dos mais diversos espaços públicos. Por exemplo, praças, fundos de vale, ruas e avenidas estão entre os “depósitos” rotineiros.
Mas a Secretaria lembra que despejar entulho e objetos inservíveis de forma irregular em Maringá pode gerar multa. Quando alguém descarta esse tipo de material em lugares impróprios, essa pessoa está cometendo um crime. Por isso, pode ter que pagar entre R$ 5 mil e R$ 50 milhões.

Maringaenses podem fazer denúncia pelo telefone

Sempre que um cidadão testemunhar esse tipo de prática, ele pode fazer uma denúncia pelo telefone 156. O canal é da ouvidoria municipal. No entanto, para apurar quem são os responsáveis, é necessário ter fotos e vídeos que mostrem a placa do veículo que fez o descarte. Assim a Secretaria do Meio Ambiente e Bem-Estar Animal pode realizar a autuação.
Para evitar problemas como esse, o prefeito Ulisses Maia e os órgão da Prefeitura Municipal estão instalando ecopontos em diversos locais da cidade. Os postos de coleta servem justamente para que a população tenha onde depositar entulho e materiais inservíveis. Inicialmente o ecoponto do Jardim Piatã ajudará a Prefeitura a entender o que precisa ser ajustado no projeto.
Além dos ecopontos, a cidade também tem pontos de coleta de materiais como lâmpadas fluorescentes e óleo de cozinha usado. Também há coleta seletiva de lixo reciclável, como vidro, papel, plástico e outros.
Secretaria do Meio Ambiente e Bem-Estar Animal recolhe 5 toneladas de entulho por dia em Maringá

Abandonar entulho de forma irregular pode gerar multas.

Coronavírus não é o único problema de saúde a ser enfrentado; entulho pode aumentar casos de dengue em Maringá

Mesmo em meio à pandemia causada pelo novo coronavírus, Maringá tem outros problemas de saúde que precisam de atenção. Um deles é o número de casos de dengue.
“Os materiais descartados irregularmente, além de gerar mais demanda aos servidores que poderiam estar empenhados em outras atividades benéficas à cidade, tornam-se focos para o mosquito transmissor da dengue e criadouro de outros animais, como ratos e baratas”, afirma o secretário de Serviços Públicos, Antônio Padilha.
Em comparação a 2019, o número de denúncias de descarte irregular aumentou. Enquanto, no ano passado, a Secretaria de Meio Ambiente e Bem-Estar Animal recebeu 120 denúncias, este ano foram 150 no mesmo período.
O prefeito Ulisses Maia está trabalhando para manter os maringaenses seguros e saudáveis. As medidas da Prefeitura são sempre balizadas por estudos científicos e opiniões de especialistas. Mas a colaboração de todos é fundamental no enfrentamento dessas duas questões que, atualmente, afetam a saúde pública.
Quem quiser mais informações sobre os locais corretos para descartar resíduos pode acessá-las pelo site da Secretaria do Meio Ambiente e Bem-Estar Animal ou pelo telefone (44) 3293-8750.