Veja o calendário de pagamento do auxílio emergencial do coronavírus

Veja o calendário de pagamento do auxílio emergencial do coronavírus

Maringá reorganizou a rede de saúde para controlar a Covid-19
Maringá reorganiza a rede de saúde para controlar a Covid-19
11 de abril de 2020
Paraná implementa telemedicina para atender pacientes com sintomas de coronavírus
Paraná implementa telemedicina para atender pacientes com sintomas de coronavírus
15 de abril de 2020
Veja o calendário de pagamento do auxílio emergencial do coronavírus

A expectativa é de que, somente nesta semana, R$ 4,7 bilhões sejam repassados aos brasileiros. É uma forma de amenizar os impactos econômicos decorrentes da Covid-19. Foto: Marcello Casal Jr. (Agência Brasil)

Veja o calendário de pagamento do auxílio emergencial do coronavírus

 

A partir desta terça-feira (14), a Caixa Econômica Federal passa a fazer uma nova rodada de pagamentos do auxílio emergencial do coronavírus para 9,4 milhões de pessoas. Dessa maneira, a expectativa é de que, até a sexta-feira, R$ 4,7 bilhões sejam repassados a brasileiros que aguardam esse dinheiro como uma forma de amenizar os impactos econômicos da pandemia da Covid-19.

 

A princípio, no caso de mulheres que sejam chefes de família, a renda básica emergencial pode chegar a R$ 1,2 mil. A medida, aprovada pelo Congresso ainda em março, começou a ser colocada em prática na semana passada. Os primeiros beneficiados foram brasileiros que estão no Cadastro Único do governo federal, mas não recebem o Bolsa Família. Também receberam primeiro os trabalhadores que já tinham conta na Caixa ou no Banco do Brasil.

Veja o calendário de pagamento do auxílio emergencial do coronavírus

A expectativa é de que, somente nesta semana, R$ 4,7 bilhões sejam repassados aos brasileiros. É uma forma de amenizar os impactos econômicos decorrentes da Covid-19. Foto: Marcello Casal Jr. (Agência Brasil)

O calendário de pagamentos segue uma ordem regida pela data de nascimento dos beneficiários. Veja as datas:

 

Beneficiários do Bolsa Família

 

Mais de 2,7 milhões de pessoas que recebem o Bolsa Família e solicitaram o auxílio emergencial do coronavírus vão receber o valor ainda nesta semana. Na quinta-feira (16), recebem todos os beneficiários cujo último dígito do Número Identificação Social (NIS) seja 1. Na sexta-feira (17), é a vez daqueles cujo último dígito do NIS seja 2.

 

Inscritos no Cadastro Único que não recebem o Bolsa Família

 

Quem se inscreveu no Cadastro Único até o dia 20 de março, mas não recebe o Bolsa Família, terá acesso à renda básica emergencial também nesta semana. Na terça-feira (14), recebem todos os que têm conta no Banco do Brasil, além de pessoas nascidas em janeiro, que vão receber o valor pela poupança digital da Caixa. Os nascidos em outros meses que vão resgatar o benefício pela poupança digital da Caixa recebem nos próximos dias, nesta ordem: na quarta-feira (15), os nascidos em fevereiro, março e abril. Na quinta-feira (16), os nascidos em maio, junho, julho e agosto. Na sexta-feira (17), os nascidos em setembro, outubro, novembro e dezembro.

 

Cadastrados no aplicativo e site do Cadastro Único

 

Todos aqueles que fizeram sua inscrição no Cadastro Único por meio do aplicativo e do site disponibilizados pelo governo começarão a receber o auxílio emergencial a partir da quinta-feira (16). De acordo com a Caixa, mais de 34 milhões de pessoas usaram esses meios para solicitar o benefício.

 

Auxílio emergencial do coronavírus: calendário para saque da poupança digital

 

Para quem não tem conta em banco, mas está apto a receber os valores, a Caixa abrirá automaticamente contas de poupança digital. As pessoas que precisarem fazer o saque dessas contas terão que seguir o seguinte calendário, estabelecido pelo banco, para evitar aglomerações:

 

27/04 – nascidos em janeiro e fevereiro;

28/04 – nascidos em março e abril;

29/04 – nascidos em maio e junho;

30/04 – nascidos em julho e agosto;

04/05 – nascidos em setembro e outubro;

05/05 – nascidos em novembro e dezembro.

 

Quem tem direito ao auxílio emergencial do coronavírus?

 

O auxílio emergencial será pago a todos os desempregados, aos microempreendedores individuais (MEIs), trabalhadores informais e contribuintes individuais do INSS. Dessa forma, para receber o benefício, é preciso ter mais de 18 anos; não ter emprego com carteira assinada ou ainda receber outros benefícios previdenciários ou assistenciais. Do mesmo modo, não pode receber seguro-desemprego ou ser beneficiário de programas de transferência de renda federal (exceto o Bolsa Família); ter renda familiar por pessoa de até meio salário mínimo mensal (R$ 522,50) ou ter renda familiar total de até três salários mínimos (R$ 3.153); não ter tido rendimentos tributáveis acima de R$ 28.559,70 em 2018.