Operação contra o coronavírus vistoria e multa empresas

Operação contra o coronavírus vistoria e multa empresas em Maringá

Servidores da saúde começam a ser testados hoje
Testes em servidores da saúde apoiam estratégia de combate à pandemia
24 de junho de 2020
Ulisses Maia anuncia asfalto novo para ruas e avenidas de Maringá
Ulisses Maia anuncia asfalto novo para ruas e avenidas de Maringá
24 de junho de 2020
Operação contra o coronavírus vistoria e multa empresas em Maringá

Mobilização Integrada está nas ruas de Maringá para fazer cumprir decretos municipais.

Operação contra o coronavírus vistoria e multa empresas em Maringá

Assim como vem acontecendo ao longo da última semana, a operação contra o coronavírus segue nas ruas de Maringá, vistoriando, fechando e multando estabelecimentos que descumprem os decretos do prefeito Ulisses Maia.
Somente nesta terça-feira (23), a Mobilização Integrada recebeu 377 denúncias, realizou 50 vistorias em diferentes locais, fechou dois estabelecimentos e multou outros dois por infrações. No entanto, ao contrário do que vinha sendo registrado nos últimos dias, desta vez não foram lavradas multas por violação do toque de recolher. Também não houve desrespeito à regra do uso obrigatório de máscaras em locais públicos.
Bares, restaurantes, lanchonetes, lojas, locais de prestação de serviços e outras empresas estão entre aqueles visitados pelas equipes. A maior parte das diligências foi realizada no período da noite. Da mesma forma, os dois fechamentos e as duas multas também foram realizados à noite. Embora o prefeito Ulisses Maia esteja pedindo há vários dias para que a população fique em casa o maior tempo possível, é no período noturno que há maior movimento na cidade.

Aglomerações e descumprimento de horários estão na mira dos fiscais

As regras de distanciamento social estabelecidas nos decretos servem para evitar que o novo coronavírus seja transmitido a um número de pessoas maior do que o sistema de saúde de Maringá pode atender. Por isso a colaboração de todos é fundamental no enfrentamento à pandemia.
Até o momento não há vacina ou tratamento que a ciência tenha comprovado ser eficaz contra a Covid-19. Portanto, a única arma à disposição é mesmo frear o contágio. O risco é real e precisa ser encarado com seriedade tanto pelo poder público quanto pelas pessoas, individualmente.
Mas, como a adesão da população às medidas de prevenção não tem atingido o mínimo necessário, a Mobilização Integrada está de olho nas aglomerações e no descumprimento de outras normas dos decretos de Ulisses Maia. Nesta terça-feira (23) os fiscais estiveram em bares nas Zonas 1, 2, 7 e 10, no Jardim Alvorada e nas avenidas Mandacaru e Paranaguá.
Entre os problemas encontrados pela fiscalização estavam o atendimento a clientes fora do horário determinado e a aglomeração de pessoas. Foram às ruas ontem equipes das secretarias de Fazenda, Saúde, Mobilidade Urbana, Comunicação e Meio Ambiente, além da Guarda Municipal. Houve, ainda, apoio da Polícia Militar.
Operação contra o coronavírus vistoria e multa empresas em Maringá

Mobilização Integrada está nas ruas de Maringá para fazer cumprir decretos municipais.

Semana deve ter novo decreto em Maringá

A partir desta quinta-feira (25) entra em vigor um novo decreto municipal com detalhamento de normas durante a pandemia de Covid-19. Por isso, uma reunião do Grupo de Gestão Integrada sobre Coronavírus (GGI) nesta quarta-feira (24) debateu no Paço Municipal as novas estratégias que deverão ser adotadas pela operação contra o coronavírus.
As denúncias sobre desrespeito às medidas de prevenção continuam sendo recebidas pelo telefone 156. Por sua vez, denúncias sobre perturbação do sossego precisam ser direcionadas ao telefone 153. A fiscalização segue sendo realizada das 13h às 19h e das 20h às 2h.
Resumo da operação de terça-feira (23)
50 locais vistoriados
2 autos por irregularidades
2 locais orientados a fechar
Nenhuma multa por descumprimento do toque de recolher e/ou uso de máscaras
377 denúncias: 18 na Guarda Municipal; 62 na Ouvidoria sobre coronavirus; 297 na Ouvidoria sobre situações gerais