Terminal Urbano: R$ 56 milhões foram investidos na mobilidade urbana

Terminal Urbano: R$ 56 milhões foram investidos na mobilidade urbana

Educação básica recebeu investimento de mais de R$ 11 milhões
Educação básica recebe investimento de mais de R$ 11 milhões
2 de abril de 2020
Gestão desenvolve políticas de proteção aos animais
Gestão desenvolve políticas de proteção aos animais
2 de abril de 2020
Terminal Urbano: R$ 56 milhões investidos na mobilidade urbana

Espaço é quatro vezes maior que o antigo terminal

Terminal Urbano: R$ 56 milhões foram investidos na mobilidade urbana

 

O que você entende por mobilidade urbana? Uma forma simples de definir esse termo é pensar no deslocamento de um ponto a outro da cidade realizado, diariamente, pela população. Os trajetos para o trabalho, escolas, supermercados, hospitais e áreas de lazer precisam acontecer de uma maneira satisfatória, com segurança, sustentabilidade e ainda agilidade. Dessa maneira, uma boa política de mobilidade urbana é reconhecida por privilegiar o transporte coletivo, o transporte a pé e também por bicicletas. Formas de deslocamento que, se implementadas corretamente, têm a capacidade de melhorar, e muito, a qualidade de vida dos cidadãos de um município. Nesse sentido, foi entregue aos maringaenses o novo Terminal Urbano, R$ 56 milhões foram investidos na obra. 

 

Terminal Urbano: R$ 56 milhões foram investidos em melhorias na infraestrutura e mobilidade urbana

 

Assim, com o intuito de melhorar o transporte e a mobilidade urbana de Maringá, em fevereiro deste ano, foi inaugurado o Terminal Urbano Intermodal Said Felícia Ferreira. A palavra intermodal se refere ao fato do local ter sido planejado para ter mais de um modal de transporte, neste caso, trens. Por conseguinte, no subsolo, há uma estrutura pronta para, no futuro, receber trens de passageiros.

 

Certamente, a grandiosidade da obra impressiona. Com 22,3 mil m² de área construída, quatro vezes maior que o antigo espaço, o terminal recebe um número estimado de 30 mil pessoas por dia. São R$ 56 milhões investidos e 44 baias por onde passam ônibus de 66 linhas. Desse modo, a estrutura conta com mais de 1,6 milhão de tonelada de materiais. Um dos destaques são os três grandes arcos amarelos que envolvem toda a construção, com 69 metros de comprimento e 17,2 metros de altura, uma verdadeira obra faraônica e uma conquista histórica para a cidade canção.

Terminal Urbano: R$ 56 milhões investidos na mobilidade urbana

Espaço é quatro vezes maior que o antigo terminal

Auxílio da mobilidade urbana da cidade

 

Para promover o conforto e a segurança dos usuários, o novo terminal possui corredores exclusivos para a entrada e saída de ônibus, detectores de fumaça, semáforos destinados aos pedestres e banheiros com acessibilidade. No quesito segurança, 58 câmeras monitoram o local 24 horas por dia. Há ainda a presença de vigias em pontos previamente definidos, e a Polícia Militar e a Guarda Municipal são responsáveis pelo reforço do patrulhamento na área em torno do terminal. Para entrar no local, os passageiros contam com dois acessos, as avenidas Tamandaré e a Horácio Raccanello Filho, ambas com faixas elevadas de acessibilidade. O horário de funcionamento do serviço é entre 04h30 da madrugada e 1h, ou seja, o terminal praticamente não fecha. Essa atenção aos detalhes e a preocupação em como melhorar a mobilidade urbana é o reflexo da administração comprometida de Ulisses Maia.

Terminal Urbano: R$ 56 milhões foram investidos na mobilidade urbana

Diariamente, cerca de 30 mil pessoas passam pelo local

Piso superior e a integração com a mobilidade urbana

 

Em breve, também será inaugurado o mezanino (2º andar) do Terminal Urbano, com área de 4 mil m². O local terá 12 pontos na praça de alimentação, 14 lojas, banheiros, lugares destinados à venda de créditos de transporte, três elevadores e três escadas rolantes, tudo pensado para promover o bem-estar da população. Há ainda um espaço reservado para a Secretaria de Cultura, que organizará exposições, eventos etc. Atualmente, a Prefeitura de Maringá está trabalhando na elaboração da licitação para encontrar uma empresa que administre os serviços oferecidos. Mais uma área de integração para comunidade.